Brasília,
Home » Destaque » Os que apoiam terroristas enfrentarão o “punho de ferro” das forças de segurança

Os que apoiam terroristas enfrentarão o “punho de ferro” das forças de segurança

Publicado por: Redação Irã News
Autor:
Publicada em 23/07/2018 às 10:47
Share Button
Foto:

 

Pars Today- O porta-voz do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica do Irã (IRGC) diz que aqueles que apoiam os terroristas que tinham realizado operações contra guardas de fronteira iranianos enfrentarão o “punho de ferro” do IRGC.

O general de brigada Ramezan Sharif fez as declarações no domingo após a participação na cerimônia fúnebre realizada no sábado por 11 militares iranianas mortas em um ataque terrorista a um posto de controle militar na fronteira ocidental com o Iraque.

Ele notou que o “glorioso funeral” realizado pelas forças iranianas por pessoas da província de Kordestan, no Irã, era um sinal de fortes laços entre a nação e o IRGC e disse: “O punho de ferro do IRGC está pronto para desferir um golpe direto aos apoiantes de terroristas. ”

Pelo menos 11 membros do IRGC perderam a vida no ataque terrorista ocorrido na aldeia de Dari no distrito de Marivan, o que levou a uma explosão em um depósito de armas. Durante os confrontos, um grande número de terroristas foi morto e vários outros fugiram feridos.

Sharif disse ainda que as Forças Terrestres do IRGC desempenharam um papel bem-sucedido em combater as conspirações dos inimigos contra a República Islâmica e trazer segurança e paz para o povo que vive nas áreas fronteiriças nos últimos anos, particularmente após o surgimento do grupo terrorista takfiri de Daesh.

Ele acrescentou que as forças de segurança e outras unidades de inteligência conseguiram infligir danos pesados ​​a grupos terroristas e mercenários apoiados pelas organizações de espionagem e segurança do inimigo graças ao comando completo da situação e à sua total preparação.

O porta-voz do IRGC enfatizou que todo o esforço feito pelos inimigos para se infiltrar no país e criar insegurança nas áreas de fronteira foram frustrados pela vigilância dos guardas de fronteira iranianos e pela cooperação da população local.

O presidente do Estado Maior-general das Forças Armadas iranianas, Mohammad Baqeri, disse em 16 de julho que os Estados Unidos buscaram insegurança no Oriente Médio e se opuseram à restauração da segurança na região.

Também em um comunicado em 14 de julho, a unidade de Najaf Ashraf das Forças Terrestres do IRGC disse que havia destruído uma equipe terrorista e matado três terroristas no oeste do país, perto da fronteira com o Iraque.

Acrescentou que tem identificado e destruído completamente um “grupo terrorista contra-revolucionário” que planejava realizar atos de sabotagem e medidas contra a segurança nacional depois de cruzar a fronteira com o Irã na área de Nowdesheh, na província de Kermanshah.

Comments

comments

ESPORTE

COLUNISTAS

VIDEOS